Escolhas

Isto é de facto muito fácil dizer, ler e memorizar… No entanto colocá-lo em prática na nossa rotina já não é tão fácil! No entanto ao longo da vida há sérias discrepâncias acerca de ser feliz… Como por exemplo, eu posso estar numa situação em que adoro a minha mulher mas ela não me faz feliz. Assim começam as perguntas… “Será apego? Será Amor?”, “Porque me custa tanto a deixá-la se não me faz feliz?”, “É por ter medo da próxima pessoa ainda me fazer menos feliz ainda?” e por aí adiante surge uma máquina de lavar roupa cheia de indecisões!

O resultado desta máquina de lavar “roupa” é apenas UM: MEDO !!! O grande fantasma que nós compramos com tanta facilidade, no entanto só se supera este medo com três detergentes:

– Da mesma forma que eu sei que não consigo controlar tudo na minha vida, optar por confiar que a “vida” lhe vai dar o melhor.

– Confiar que tem capacidade suficiente para lidar com qualquer imprevisto e sentir-se seguro e protegido pela “vida” (ou o que eu quiserem chamar), pois nada na vida lhe é dado sem um propósito, inclusive as pessoas que traçam o seu caminho!

– Amar-se!!! É outra das coisas muito fáceis de dizer, no entanto……. Na realidade determinadas atitudes e comportamentos nossos demonstram precisamente o contrário e a nossa vida é feita de ações que comprovem isso e não de palavras.

Como tal, tudo na vida é feito de escolhas e consequências! Mas a palavra “consequências” não tem que ser necessariamente algo pesado… Tem apenas a ver apenas com o compromisso por uma escolha que se tomou a pensar no próprio bem-estar e saúde mental! A partir do momento em que toma uma escolha a zelar por si e pela sua saúde mental e emocional, acredite que a vida lhe dará o melhor! Pode não ser logo a seguir, mas nunca desista de si e da sua felicidade! O fim deste jogo chamado “vida” cada vez é mais imprevisível… Sinta que lutou pela sua verdadeira felicidade e não pelo comodismo em “garantir” certos padrões na sua rotina!